A chance de Trump: uma em dez

A menos de 48 horas do Dia E das eleições americanas a chance de Joe Biden desalojar Trump da Casa Branca é de 9 em 10. A previsão é do site americano FiveThirtyEight. O 538, nome tirado do número de eleitores do Colégio Eleitoral americano, é um site especializado em pesquisas de opinião, política, economia e esportes.

Hora de vazar: a capa fake da Time que circula pela rede

É comandado pelo editor-chefe, o estatístico Nate Silver, que previu com precisão as vitórias de Barak Obama em 2008 e 2012, e sua projeção tem base em inúmeras pesquisas que tem recebido nos últimos dias. E os números, tanto nacionais como estaduais, não apontam alteração significativa na diferença que alcança 8.6% na média. A contrário, mesmo em regiões mais críticas para os democratas, como o Centro Oeste, Biden supera Trump em 1.7% em média, desde o debate do últmo dia 22.

Com base nessas percentuais, Silver crava que só um erro colossal poderia tirar a vitória de Biden. Não basta só um furo como a que acontecu em 2016, quando a Hillary Clayton era tida como eleita em todas as projeções.

Trump aina pode ganhar: Pode Mas, como aponta o 538, é como chover em Los Angeles. Na capital do cinema, até chove. Mas em 36 dias por ano – ou um dia a cada 10. Essa é a chance Trump.

Noventa e três milhões de americanos já haviam votado antecipadamente até este domingo. Os números definitivos da eleição, porém, dificilmente sairá tão cedo, observa o 538. Quaisquer resultados contrários aos previstos deverão ficar por conta do imponderável (alta abstenção, ação das milícias, por exemplo) e, mais provavelmente, da tentativa de virada de mesa de Trump, já prevista.

Deixe uma resposta