Dia do meio ambiente

Mais um dia dedicado ao meio ambiente. Nada a comemorar, exceto por iniciativas pontuais, tanto na Amazônia como na Mata Atlântica e Pantanal. De resto, o, país segue sangrando, crescente a aceleradamente por desígnios do infame governo de Jair Bolsonaro. De acordo com o Inpe (Instituto de Pesquisas Espaciais), dados divulgados na véspera cravam o maior desmatamento registrado desde 2016, ano que começou a série histórica.

Em maio, em menos de um mês, foram subtraídos da floresta 1180 km², 41% a mais do que no mesmo mês do ano passado.

Deixe uma resposta